5
ago
2016
Como ter o relacionamento dos sonhos?!

pequena_sereia_com_principe-35969

Minha resposta é simples para essa questão: Deite, durma, e sonhe – pois somente nos sonhos (literalmente falando) é que você poderá ter esse tipo de relacionamento perfeito!

Gente, eu não sou pessimista, mas ultimamente tenho visto tantas pessoas quebrarem a cara em busca de um amor ideal, de um relacionamento dos sonhos e de alguém perfeito. ISSO NÃO EXISTE!

Muitas vezes a menina conhece um cara, e já se imagina casando com ele, tendo filhos e vivendo algo tão extraordinário, que ela acaba fugindo um pouco da realidade – e com isso não consegue enxergar o homem que está ao seu lado

As pessoas idealizam demais o amor, e criam uma visão distorcida do ser amado. Preferem criar uma ilusão do que encarar a realidade

Depois se casam e dizem: “Nossa, eu não imaginava que seria assim”, ou então “Ele mudou demais”

Será que foi ele que mudou, ou você que não percebeu com quem estava se relacionando?

Será que ele ficou ciumento da noite pro dia, ou foi dando sinais e você preferiu ignorar?

Será que ele era tãooo romantico, ou você que idealizava todos os gestos de carinho?

Sabe, se tem uma coisa que eu aprendi é que você tem conhecer o pior lado da pessoa – tem que analisar o que deixa o outro irritado, o que acalma, quais são os piores defeitos, como ele reage nas mais diversas situações…

Porque se você colocar na balança e perceber que os defeitos dele são infinitamente menores que as qualidades, e que você poderá lidar com eles, então está tudo certo.
Mas se você não conseguir lidar com tais defeitos, e as qualidades não forem capazes de superá-los, então é melhor repensar se isso está realmente te fazendo bem – ou como será seu futuro

Meu conselho é: Pare de idealizar, de buscar alguém perfeito, um príncipe encantado, ou a mulher dos seus sonhos. Isso não existe!
Busque alguém real, que te complete, que possa agregar coisas boas à sua vida, e acima de tudo, que extraia o melhor de você!

Beijos e bom fim de semana =)

 






0


17
jul
2015
Ah, o amor!

love

Estão banalizando o amor!

Já dizem Eu te amo com a mesma normalidade com que dizem Bom dia – e talvez seja por isso que as frustrações tornaram-se cada vez mais frequentes!
Incrivel perceber como algumas pessoas conseguem gostar e deixar de gostar em questão de segundos! Num dia juram amor eterno e no outro já não amam mais! Pura conveniência ou mero fingimento?

Isso me incomoda muito sabe?! As pessoas mudam o status de relacionamento nas redes sociais para ‘namorando’, e no mesmo dia juram amor eterno. Frases de amor, fotos, confissões, declarações amorosas pra lá e pra cá…e depois de uma semana?! Próximooo da fila por favor! (Minha tpm dura mais que esse tipo de romance #fato)

Não tenho nada contra aqueles que querem ter infinitas namoradas ao longo da vida, mas o que me deixa triste é perceber o quanto as pessoas se tornaram descartáveis, o quanto parece divertido brincar com os sentimentos alheios, ferir o outro em troca de nada, trair a confiança pra se sentir mais valorizado…

No fundo todo mundo quer ser amado, se entregar, receber carinho e atenção. Mas essa desvalorização do amor está contaminando os relacionamentos; e algo que poderia ser tão intenso e fazer bem para os dois lados acaba se transformando em sofrimento, dor, tristeza, mágoa e decepção.

Meu objetivo através desse texto não é dar lição de moral em ninguém, e sim expor de alguma forma a minha opinião e indignação. O amor, pelo menos pra mim é algo de imensa importância e deveria ser muito mais valorizado

Diga ‘eu te amo’ todos os dias, o tempo todo, o dia inteiro…mas faça com que isso valha a pena, dizendo às pessoas que você realmente ama! E se não tiver certeza não diga, não brinque com os sentimentos das outras pessoas, e não seja mais um dos que banalizam o amor

E pra você que não sabe o verdadeiro significado desse sentimento…Vou descrevê-lo aqui:

O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não se vangloria, não se ensoberbece, não se porta inconvenientemente, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não suspeita mal; não se regozija com a injustiça, mas se regozija com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.O amor jamais acaba…(1 coríntios 13)

Beijos e bom fim de semana <3






0


5
jul
2015
Não crie expectativas!

expectativa

Oi gente (se é que existe alguém que ainda lê esse blog)

Hoje o assunto por aqui é sobre criar expectativas…quem nunca?!

Eu, particularmente, já fiz muito isso! Já criei expectativas com relação ao amor, às amizades, ao trabalho, ao futuro…e sempre que fiz isso acabei frustrada. Sabe porque? Por esperar demais dos OUTROS

Depois de quebrar a cara e me decepcionar várias vezes, finalmente aprendi que não devo esperar nada de ninguém, e que se é pra ter expectativas que sejam relacionadas à mim mesma: Eu tenho que ser uma pessoa melhor, eu tenho que ser uma boa amiga, eu que tenho que ter um primeiro gesto de carinho, eu que tenho que zelar pelo meu namoro, eu que preciso ser uma boa profissional…entenderam?!

O problema é que a gente sempre coloca a culpa no outro, espera que o outro faça primeiro, que alguém te surpreenda, te agradeça, te reconheça por algo que você fez…e é por isso que nos frustramos!

O segredo está em não criar expectativas.

Faça o melhor que você puder, seja um excelente profissional, ajude seus amigos, cuide do seu marido, zele por seu casamento…sem esperar nada em troca, sem esperar que as outras pessoas retribuam. Porque na maioria das vezes isso não vai acontecer – então faça por você mesma (o)!

Já ouvi muita gente dizendo: “Espero que meu marido não se esqueça do nosso aniversário de casamento”, “Espero que aquele carinha que estou saindo me peça em namoro”, “Acho que vou ganhar aquele perfume que tanto quero do meu namorado”, “Acho que ele vai me pedir em casamento”, “Acho que meu chefe vai me dar uma aumento”

Sabe o que acontece na maioria das vezes?! Frustrações, decepções, chateações, e até mágoas, pois suas expectativas não foram correspondidas!

Então, pare de esperar dos outros, de cobrar que façam algo, que te surpreendam, que retribuam – Faça você mesmo(a), comece você mesmo (a)!

“Seja quem você deseja ter por perto”

Ótima semana…Beijos






0


9
set
2013
Manual do relacionamento!

Oi gente

Pra começar bem a semana resolvi compartilhar com vocês esse ‘texto’ animado!

Algumas pessoas pensam que se relacionar com alguém é muito complicado, mas na verdade não é. Quando as duas pessoas estão dispostas à manter uma boa relação – seja ela de amor ou amizade, tudo se torna simples

Mas a dica de hoje é pra você que quer conquistar alguém, ou quem sabe reconquistar

Segue abaixo algumas dicas…vamos ver?! rs

manual 2  manual 3

manual 4  manual 5

manual 6  manual 7

manual 8  manual 9

manual 10  manual 11

manual 12manual 13 

manual 14

…Com certeza é bem mais doloroso né?! *-* rs

Espero que tenham gostado!

Uma ótima semana…bjoos =)

 






0


4
ago
2013
Alguém sente sua falta?!

I miss you

Você deve estar se questionando: “Nossa, mas que pergunta é essa?” rs

Outro dia me peguei pensando em como é bom ser importante na vida das pessoas, ou ainda, em como é bom quando a gente sabe ou acaba descobrindo que faz falta pra alguém – então resolvi compartilhar essa reflexão pessoal com vocês…

Ao longo dos anos nós conhecemos novas pessoas, fazemos novas amizades e muita coisa vai mudando. Mas você já parou pra pensar em como será que as pessoas se lembram de você, ou se elas sentem a sua falta?

Quais são as marcas que você deixa na vida das pessoas?

Muita gente, ao passar por nós deixam marcas que causam dor, feridas, mágoas,  ressentimento, desprezo, amargura.
Tratam as pessoas com indiferença, não conseguem valorizar as amizades, não sabem demonstrar afeto nem perdoar, são amargas, frias e por esses e vários outros motivos, não fazem falta pra ninguém.

Outras, no entanto, ao passar por nós deixam marcas de alegria, otimismo, companheirismo. Transbordam amor, carinho, afeto e se dispõe à ajudar aqueles que precisam – costumam fazer muita falta e por isso deixam saudade.

Em qual desses lados você se encaixa?!
Já parou pra pensar qual a sua postura no trabalho, com os amigos, vizinhos e até mesmo desconhecidos?
E se você ficasse 1 ano longe, será que as pessoas se importariam?!

Deve ser muito triste pensar que nessas várias situações ninguém sentiria sua falta, ou até mesmo que muitas pessoas dariam ‘graças a Deus’ por você não estar por perto…mas por outro lado, é tão recompensador quando você sabe que as pessoas ficariam com saudades, que sentiriam sua falta e que de algum modo você é importante na vida delas.

É legal saber que você faz as pessoas se sentirem bem quando estão perto de você, que elas conseguem rir, contar os problemas, compartilhar os sonhos…enfim, que podem contar com você!

Vale a pena refletir sobre isso: se for preciso mudar, mude – se for preciso pedir desculpas, peça – se for preciso correr atrás, corra!
Às vezes é bom repensar sobre nossas escolhas…De repente você pode descobrir algo que não vale a pena – então você decide desapegar, deixar pra lá, não se importar mais e simplesmente RECOMEÇAR!
E é durante esse recomeço que a gente se descobre, e que nos tornamos pessoas melhores para nós e principalmente para os outros!

Então, à partir de hoje, ao passar pela vida de alguém deixe marcas que façam com que as pessoas se lembrem de você da melhor maneira possível, e que sintam sua falta!

Tenham uma ótima semana =)

bjoos






0


28
jun
2013
É preciso se colocar no lugar do outro…

coração - lapis

Esse assunto surgiu despretensiosamente essa semana, enquanto uma amiga conversava comigo sobre o seu namoro. O fato é que ela e o namorado ficam competindo um com o outro, e tentando ‘dar o troco’ em diversas situações…

Depois de ouvir o desabafo, e de conversar com o meu namorado sobre o assunto  (acho que pelo menos com relação à isso temos opiniões parecidas…rs), me dei conta de quantas pessoas sofrem ou não sabem resolver esses ‘pequenos problemas de relacionamento’.

E foi aí que eu me peguei pensando em quantas vezes já vi e ouvi sobre isso, ou em quantas vezes eu mesma vivi esse tipo de situação.

Em qualquer tipo de relacionamento – seja amizade, namoro ou até mesmo coleguismo, a gente vê e vivencia diariamente esse tipo de coisa: pessoas que querem à todo custo se vingar ou dar o troco nas outras (por algo que muitas vezes nem foi grave).

Mas será que vale à pena?!

Sabe, eu acho que em qualquer tipo de relacionamento as pessoas devem respeito umas às outras. Mas também acho que quando se trata de namoro, casamento ou relacionamento sério – as duas pessoas têm os mesmos direitos e deveres.

Se um pode sair com os amigos, o outro também pode. Se um pode viajar sozinho, o outro também pode. Se um pode chegar tarde, o outro também pode. Se um pode ir à festas ou eventos com o pessoal do trabalho, o outro também pode…e por aí vai. Quando eu faço, acabo dando espaço pro outro fazer também né?

O problema é que algumas pessoas confundem esse tipo de liberdade e acabam passando dos limites e magoando a outra pessoa. Por isso sempre digo que a conversa é a maior aliada em qualquer situação.

Quando não se está satisfeito, é só expor a opinião e conversar – deixando claro o que cada um pensa. E em vez de ficar traçando planos mirabolantes para se vingar do marido que saiu com os amigos, ou dar o troco no namorado que não atendeu sua ligação, tente dizer à ele o que te incomoda!

Muitas vezes somos tão egoístas e pensamos  tanto no nosso próprio bem estar, que não somos capazes de nos colocar no lugar do outro…

Quando quiser sair pra balada com as amigas e dizer pro namorado que está com sono e vai dormir mais cedo, pense em como você se sentiria se ele fizesse o mesmo com você.

Quando você sair com os amigos do trabalho sem nem ao menos avisar a esposa, além de chegar super tarde – pense em como se sentiria se ela lhe fizesse algo parecido.

Tudo que eu não quero pra mim, também não faço para os outros…certo?

Posso garantir que esse é um ótimo exercício, e que a gente aprende a ser menos egoísta e pensar muito mais nas pessoas que a gente ama…

Experimente!

Bjoos






6