25
abr
2015
Disciplina e planejamento!

Oiiii gente, tudo bem?!

As dicas de hoje são pra todas as pessoas que precisam economizar, e se planejar melhor na área financeira

Não sou nenhuma expert no assunto, mas resolvi compartilhar com vocês algumas coisas que aprendi ao longo dos anos…

planejamento-financeiro-evento

Aprenda como fazer um planejamento financeiro

Primeira dica: Monte a planilha orçamental
Ela serve para ver da onde vem a grana e para onde ela vai. Anote todas as informações sobre seu dindim: desde o salário líquido, os descontos de impostos e todos os gastos, incluindo até cafezinho e bombons. Assim, você verá se está falindo ou se está no lucro.

Segunda dica: Trace seus objetivos
Os objetivos nada mais são do que os planos para sua vida. Você deve dividi-los em três partes: de curto, médio e longo prazos:
Exemplos:

*Curto prazo – Entrar na faculdade.
*Médio prazo – Comprar um carro.
*Longo prazo – Comprar uma casa.

Terceira dica: Monte seu plano
Defina uma estratégia para atingir suas metas. Cada objetivo deve ter um plano próprio com ponto de partida, de chegada e a rota.

Ponto de partida: Seu saldo atual (no momento em que você começou a planejar)

Ponto de chegada: É o seu objetivo final – (ex: a compra da casa)

Rota: Para investir num imóvel (por exemplo) é preciso ter grana guardada para as prestações mensais. Você pode descontar do seu salário mensal, porém, para isso, deverá ter dinheiro suficiente para as outras despesas. Na rota, considere ações como: guardar quantias diárias, investir em fundos e pesquisar planos de baixo custo. Não esqueça também de levantar ideias para aumentar sua renda, como vender artesanato ou comida.

Quarta e última dica: Coloque o plano em ação
Agora que já organizou a rota montando uma tabela para conseguir colocar o plano todo em prática, atualize a planilha todos os meses com:

O dinheiro que entra

  • Tudo que você recebe = Grana que vêm do trabalho, como salário, décimo terceiro e férias
  • Curto prazo = O que gera rendimentos, como fundos de poupança e renda fixa.
  • Longo prazo = A grana que você tem em ações, previdência e outros planos que tenham prazo de resgate acima de um ano.
  • Recebimentos esporádicos = Some dinheiro que receberá, mas ainda sem data prevista, como grana que você emprestou e a restituição de imposto de renda.
  • Valor de seus bens = Some quanto vale seu carro, sua TV e outros bens de valor. Só vale colocar os que já foram quitados. Isso permite ver o valor das coisas que, às vezes, não usa mais e pode vender numa emergência.

O dinheiro que sai

  • Mensal = É a soma de todas as suas despesas.
  • Extras = São gastos que ocorrem de uma hora para a outra, como o conserto do carro ou de um eletrodoméstico.
  • Dispensáveis em emergências = São os que você pode cortar caso perca o emprego, como TV a cabo, roupas e viagens.

Bom; como eu sempre digo: planejamento e disciplina são indispensáveis para quem precisa economizar, cortar gastos ou sair do vermelho!
Então, espero que essas dicas tenham sido úteis para vocês, assim como  foram para mim!

Beijoooos e bom fim de semana =)






0